Arrow

Últimas Notícias

Terceira geração de vítimas Vietnamitas ainda sofrem os terríveis efeitos do produto químico "Agente Laranja".

Terceira geração de vítimas Vietnamitas ainda sofrem os terríveis efeitos do produto químico Agente Laranja.
Deformadas: As meninas de 14 e 15 anos, Pham e Nguyen Hung Vuong, esperam seu banho diário no distrito de Kim Dong Hai Phong no Vietnã. Seus dias passam com elas à observar as pessoas que passam em frente a casa.


Eles nasceram décadas depois de as forças americanas haverem pulverizado a substância Dioxina, herbicida, Agente Laranja, no Sul do Vietnã, mas algumas crianças que vivem na região hoje continuam a sofrer os terríveis efeitos do produto químico.

O fotógrafo Nova-iorquino, Brian Dricscoll, viajou para o Vietnã para documentar as lutas cotidianas da terceira geração de vítimas do Agente Laranja lutando contra dezenas de doenças graves, deformidades físicas e transtornos mentais.
O fotógrafo se inspirou para retratar este tema difícil por em tio, um veterano da Guerra do Vietnã, que pode ter sido um dos cerca de 2,6 milhões de soldados norte-americanos exposto ao agente laranja na década de 1960.

Terceira geração de vítimas Vietnamitas ainda sofrem os terríveis efeitos do produto químico Agente Laranja.
Sofrimento sem fim: Ex-soldado  Vietnamita Nguyen Van Dung e seu pai, - ao fundo - que há 12 anos vê o sofrimento do filho, em consequência do efeito nocivo da substância química Dioxina, em casa, no bairro de Kim Dong Hai Phong, no Vietnã. Ele tem as mãos amarradas diariamente, pois compulsivamente seca as lágrimas em seu rosto.

Terceira geração de vítimas Vietnamitas ainda sofrem os terríveis efeitos do produto químico Agente Laranja.
Inocência: O menino Huong Nghiem, 8 anos, vítima da terceira geração do agente laranja, acalentado por sua mãe, na porta de sua casa, no distrito de Tran Van Cao.


O fotógrafo americano viajou para Hanói e localizou um grupo de jovens vietnamitas, cuja saúde tem sido devastada pela química, o site de recursos Atire já havia relatado.
Durante três semanas, o Sr. Driscoll o percurso para o sul através de aldeias remotas, terminando sua jornada em Nha Trang, aproximadamente 640 quilômetros da capital.
Durante suas viagens, Driscoll conheceu e tirou fotos de adolescentes e crianças a partir dos cinco que sofrem de doenças debilitantes, entre eles Nguyen Pham, 11, que é surdo, cego e mudo. O garoto tem ficado acamado por toda sua vida.


Terceira geração de vítimas Vietnamitas ainda sofrem os terríveis efeitos do produto químico Agente Laranja.
Àcima, o menino, Nguyen Pham, de onze anos. Ele nasceu surdo, mudo e cego, A maioria do tempo ele passa acamado devido aos problemas decorrentes das deficiências.


Agent Laranja é a combinação dos nomes do código para herbicida Agente Laranja e LNX, um dos herbicidas e desfolhantes usados ​​pelos militares dos EUA como parte de seu programa de guerra química, a Operação Ranch Hand, durante a Guerra do Vietnã em 1961-1971.

No decorrer de 10 anos, as forças americanas pulverizaram quase 20 milhões de litros do produto químico no Vietnã, Laos e partes do Camboja, em um esforço para privar os guerrilheiros de suprimentos, destruindo a vegetação onde haviam se escondido.

Terceira geração de vítimas Vietnamitas ainda sofrem os terríveis efeitos do produto químico Agente Laranja.
Tormento diário: Nguyen Quang, 11 anos, acamado em casa, no bairro de Kim Dong Hai Phong. Líderes da aldeia acreditam que a maioria das crianças serão vítimas da terceira geração do Agente Laranja, vindo a nascerem com transtornos mentais e deformidades físicas.

Terceira geração de vítimas Vietnamitas ainda sofrem os terríveis efeitos do produto químico Agente Laranja.
Imagem Comovente: O menino Phirum Ung, 5 anos,  vítima da terceira geração do Agente Laranja, dorme em casa numa rede, na Província Melea, no Camboja. A maioria do tempo de sua mãe - Pam -  são gastos com cuidados com o menino.

O produto químico foi fabricado para o Departamento de Defesa dos EUA pela indústria química Monsanto&Dow. Seu nome é baseado na cor característica, parecido com da laranja. 

Jeanne Stellman, da Escola de Saúde Pública Mailman da Universidade de Columbia, estima que cerca de 4,5 milhões de vietnamitas estavam vivendo nas 3.181 aldeias, que estavam diretamente nos caminhos de pulverização e foram expostos diretamente ao herbicida.
De acordo com a Cruz Vermelha do Vietnã, cerca de 1 milhão de vietnamitas foram afetados pelo agente laranja, incluindo 150 mil crianças que sofrem de defeitos de congênitos.

O governo dos EUA, no entanto, não acreditou na veracidade das imagens feitas pelo fotógrafo. 
Entre as doenças contraídas por pessoas expostas à dioxina estão: linfoma não-Hodgkin, vários tipos de câncer, diabetes tipo 2, o sarcoma de tecidos moles, defeitos congênitos em crianças, espinha bífida e anormalidades reprodutivas.
No início deste mês, a Associação de Vítimas do Agente Laranja na cidade de Ho Chi Minh apresentou sua quarta ação contra as empresas químicas americanas que produziram o agente laranja.


Fonte: Dailymail
Fotos de: Brianj driscoll

Compartilhe!

Leia outras notícias

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Acompanhe por e-mail

Connect-se!

Páginas Visitadas