Arrow

Últimas Notícias

Uruguai sai na frente na legalização do uso da maconha.


O projeto foi aprovado pouco antes da meia-noite, depois de um dia inteiro de sessão. Foram 50 votos de governistas, contra 46 da oposição.
Pela proposta, a legalização da maconha permitirá a venda da droga nas farmácias. Até 40 gramas por mês. Para comprar, será necessário ter registro, que deverá ser mantido sob sigilo, ser maior de idade e residente no país.
Ficará liberado o cultivo de até seis pés de maconha em casa. O cultivo coletivo, em clubes com até 45 sócios, pode chegar a 99 plantas. O projeto autoriza ainda o plantio para fins científicos e medicinais e prevê a criação de um órgão público para controlar a produção, distribuição e venda. Propaganda da maconha será proibida, como também o consumo em ambientes públicos.
Isso abre caminho para o consumo da maconha, dizem os opositores. O argumento defendido pelo próprio presidente José Mujica é de que será um instrumento na luta contra o narcotráfico.
A população pensa diferente. Dois de cada três uruguaios são contra a legalização da maconha, mas isso não deve impedir a aprovação final do projeto, que segue agora para o Senado, onde o governo tem ampla maioria.
O modelo proposto pelo governo uruguaio de controle estatal da droga é inédito no mundo.

Compartilhe!

Leia outras notícias

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Acompanhe por e-mail

Connect-se!

Páginas Visitadas