Arrow

Últimas Notícias

Prefeito de Vila Velha no ES, inicia obras de drenagem da água das chuvas que castigaram aquele estado.


Em uma coletiva de imprensa à beira da rodovia que corta o Rio Jucu, o prefeito de Vila Velha, Rodney Miranda (DEM) anunciou na tarde desta quinta-feira (26) as medidas que pretende tomar para controlar o acúmulo de água nos bairros mais afetados da cidade. Ele informou que a Prefeitura de Vila Velha vai abrir uma passagem pela Rodovia do Sol para dar vazão às águas que estão inundando diversos bairros da região de Guaranhuns e afetando milhares de pessoas.

O anúncio foi feito em meio a protesto em que população fechou totalmente a Rodovia do Sol, em Vila Velha. Inicialmente a manifestação era em função dos alagamentos. Mas os populares não aceitaram bem a informação de que as obras que devem interligar o canal de Guaranhuns e o Rio Jucu. Eles questionaram a viabilidade da obra e cobraram uma ação imediata do prefeito, que disse interferir na rodovia apenas em último caso e que a prioridade no momento é conseguir diminuir o nível das águas no município através das intervenções dentro da Reserva Ecológica de Jacarenema. “Nós vamos abrir um novo canal ao lado da Ponte da Madalena que deve baixar o nível do Jucu. Só assim vamos poder abrir as comportas do canal de Guaranhuns e tirar os alagamentos da cidade”, disse o prefeito.

A intervenção, de acordo com o ambientalista e Gerente de Projetos do Instituto Jacarenema, Petrus Lopes, é uma medida desacertada da prefeitura e coloca em risco toda a reserva, além da balneabilidade das praias do município. “A prefeitura não tem condições de conter um avanço do mar no caso de uma mudança de maré ou em novas chuvas. Existem outras possibilidades que não foram levadas em conta”. O ambientalista também falou dos riscos de uma obra nessas áreas: “Uma obra desse porte pode causar um impacto imprevisto no estuário do Jucu, na reserva e trazer contaminações na areia e água das praias próximas”.


A obra já teve inicio nesta quinta-feira (26), mas por orientação dos técnicos do Governo do Estado, se a obra começasse pela Rodovia do Sol não traria resultado algum, porque as águas não conseguiriam ter vazão, pois o lado de Jacarenema é mais alto que o lado de Guaranhuns. O trabalho começou próximo à Ponte da Madalena, na foz do rio Jucu, uma vez que é necessário baixar o terreno na área de Jacarenema para que as águas do Canal Guaranhuns tenham vazão.

“A ponte foi feita há muito tempo e tem vários pilares que retém uma grande quantidade da água que poderia estar fluindo naturalmente. É uma estrutura muito robusta e que atrapalha o fluxo do rio”, afirmou Rodney Miranda.

A Prefeitura vai criar um canal dentro da Reserva de Jacarenema para depois abrir uma passagem em direção ao canal Guaranhuns, quando então será necessário cortar a Rodovia do Sol. Embaixo da Rodovia serão colocados tubos de ferro fundido com 90 cm de diâmetro. Assim, as águas do Canal Guaranhuns passarão debaixo da Rodovia do Sol em direção ao Canal Jucu.

Para realizar as obras que tiveram início imediato, o município contou com apoio do Governo do Estado, que cedeu maquinário e suporte logístico à prefeitura. Segundo Iranilson Casado, Secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, todos os equipamentos solicitados pela prefeitura foram concedidos, apesar da ajuda financeira ainda não ser prevista. “Nesta mobilização foram quatro escavadeiras hidráulicas que colocamos à disposição, como solicitado. Mas neste momento não se falou de recurso financeiro, apesar de haver um compromisso do Estado em ajudar”.

O prefeito vê no Governo Federal a saída para novas intervenções que trariam resultados efetivos à cidade. “Estamos aguardando a liberação de R$ 362 milhões pelo governo federal e que já estão protocolados”. Questionado sobre quais obras são previstas para a verba federal, o prefeito disse serem várias distribuídas por toda a cidade, mas que não seria possível lista-las no momento.

Entenda Melhor as obras previstas

De acordo com a prefeitura, as obras contra o alagamento das áreas afetadas são divididas em duas partes. Inicialmente serão realizadas obras de alargamento do Rio Jucu próximo à sua foz para tentar dar vazão às águas acumuladas. Caso a intervenção inicial não tenha sucesso, o plano é construir um canal artificial ligando o Canal de Guaranhuns ao Rio Jucu através da Rodovia.

Após realizadas as primeiras intervenções, a prefeitura pretende também ligar o Canal de Guaranhuns diretamente ao mar, evitando que ele tenha de passar pelo Rio Jucu para ser escoado. Também estão previstas obras que diminuam um gargalo existente na Ponte da Madalena, na região da Foz do Rio, na Barra do Jucu. A intenção é construir uma ponte menor e que permita um fluxo maior de água no local.


Fonte: ES Hoje

Compartilhe!

Leia outras notícias

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Acompanhe por e-mail

Connect-se!

Páginas Visitadas