Arrow

Últimas Notícias

Adutora de água rompeu em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, causando destruição e morte.

Adutora de água rompeu em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, causando destruição e morte.



Uma adutora de água se rompeu na Estrada do Mendanha, na altura do número 4.500, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, por volta de 6h desta terça-feira (30), alagando casas e arrastando veículos na região. Segundo o quartel de Campo Grande, uma criança de 3 anos, identificada como Isabela Severo dos Santos, morreu. Outras sete pessoas foram socorridas.
Segundo moradores, a água atingiu até dois metros dentro das residências e muitos ficaram ilhados. De acordo com o secretário municipal de Defesa Civil, Márcio Motta, pelo menos três quarteirões foram isolados.
Carros e ambulâncias dos quartéis de Campo Grande  e Santa Cruz foram para o local. Um bote salva-vidas ajuda no resgate dos moradores. Equipes da Defesa Civil municipal e agentes da Polícia Militar também estão no local.
Em entrevista à Globo News, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, disse que a corporação vai avaliar os danos causados pela água.
"Nosso trabalho tem sido para retirar pessoas de dentro de casa em razão da grande extensão do alagamento. Estamos trabalhando em conjunto com o Departamento de Engenharia da Defesa Civil da cidade para fazer as avaliações e as extensões dos danos causados nas casas que foram destruídas ou danificadas”, explicou Simões.
Interdição e falta de luz
A Estrada do Mendanha foi interditada na altura da Rua Marcolino da Costa e o trânsito era desviado pela Estrada do Pedregoso. De acordo com a Light, empresa responsável pelo fornecimento de energia, após o rompimento da adutora, a luz foi desligada por questões de segurança na região.
A Cedae enviou uma equipe de manutenção para providenciar o reparo e uma outra equipe para fazer análise de danos para que as pessoas possam ser ressarcidas de qualquer prejuízo. Segundo a concessionária, técnicos desligaram a tubulação, fizeram a manobra e a pressão da água deve diminuir gradativamente.
Ainda não há informações do que provocou o rompimento da adutora. Por volta das 8h, duas após o rompimento, ruas no entorno da Estrada do Mendanha, estavam inundadas.

Site G1

Compartilhe!

Leia outras notícias

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Acompanhe por e-mail

Connect-se!

Páginas Visitadas