Arrow

Últimas Notícias

Botafogo não suporta a pressão e acaba derrotado pelo Atlético-PR por 2x0, no estádio Durival de Britto.

Botafogo não suporta a pressão e acaba derrotado pelo Atlético-PR por 2x0, no estádio Durival de Britto.

Muito apático e totalmente pressionado pelo Atlético-PR, o Botafogo foi derrotado por 2 a 0 na noite deste domingo, em Curitiba, no estádio Durival de Britto, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Glorioso não conseguiu recuperar a liderança da competição, e segue na segunda colocação, com 29 pontos. A derrota foi o fim da sequência invicta de oito jogos sem perder do Alvinegro. O time paranaense chegou a 27 pontos, e assumiu a quarta posição na tabela.

Na próxima rodada, o Botafogo recebe o São Paulo, domingo que vem, às 16h, no Maracanã, pela 17ª rodada do Brasileirão. Antes, porém, o time tem um compromisso importante diante do Atlético-MG, em Belo Horizonte, quarta-feira, às 21h50, na partida de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Já o Furacão encara o Náutico, sábado, às 18h30, na Arena Itaipava Pernambuco.

APATIA ALVINEGRA

Com Seedorf de volta, e Lima na vaga de Julio Cesar, suspenso, o Botafogo iniciou a partida no Durival de Britto sendo sufocado pelo Atlético-PR. O Furacão, empurrado por sua torcida, tentava surpreender a defesa alvinegra com os rápidos Dellatorre e Ederson. No entanto, os constantes erros de passes atrapalhavam os contra-ataques.

O Botafogo, como vem acontecendo nos últimos jogos, no primeiro tempo, não conseguiu armar boas jogadas. Apesar da pressão atleticana, o primeiro chute com perigo ao gol de Jefferson, aconteceu somente aos 31 minutos. Já o Botafogo, em toda a primeira etapa, não teve sequer uma finalização ao gol de Weverton.

O Furacão seguia buscando mais a partida e aos 43 minutos teve ótima chance para abrir o placar. Everton cabeceou no canto esquerdo e Jefferson fez uma linda defesa. Na sequência deste lance, Dellatorre, sem marcação, ajeitou e bateu no canto, mas a bola saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, aos 45, Paulo Baier, de fora da área, arriscou e Jefferson fez mais uma boa defesa, segurando o empate até o fim do primeiro tempo.

PRESSÃO ATLETICANA E VITÓRIA GARANTIDA

Assim como terminou o primeiro tempo, o Atlético-PR começou a segunda etapa pressionando o Botafogo. E logo com 1 minuto, após falha coletiva da defesa alvinegra, em grande jogada de Dellatorre, Ederson abriu o placar.

A pressão atleticana continuava e Oswaldo de Oliveira tirou Rafael Marques, colocando Elias. Mas logo em seguida, aos 11 minutos, em nova falha de marcação da defesa alvinegra, novo gol de Ederson, após passe de Dellatorre. Atlético-PR 2 x 0 Botafogo. Esse foi o décimo gol do atacante na competição, empatando com William, da Ponte Preta, na artilharia do Brasileiro.

A falta de animo do Botafogo era exposta na imagem de Seedorf. O holandês não conseguia criar boas jogadas. O Glorioso ficava refém de um lampejo de Vitinho e Lodeiro, porém, a dupla também estava em uma noite iluminada.

Em busca de uma reação, Oswaldo de Oliveira tirou o volante Marcelo Mattos e colocou o atacante Alex. Mesmo assim, a equipe continuava sem ter força para reagir. Já o Furacão, após fazer os dois gols, recuou e passou a tocar a bola.

Para piorar a situação do Botafogo, Vitinho, em jogada na área atleticana atingiu o goleiro, e foi expulso de campo. Por puxar o cabelo do camisa 31, Pedro Botelho também levou cartão vermelho. O lance gerou uma confusão e Jefferson acabou levando o cartão amarelo por reclamação. Foi o terceiro do arqueiro, que está fora da próxima partida do Botafogo, contra o São Paulo.

Com o resultado nas mãos, o Furacão mostrou calma para administrar o placar até o fim. O reultado deixa a equipe na quarta colocação do Brasileiro e mantém o Botafogo na segunda posição.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 0 BOTAFOGO

Local: Estádio Durival de Britto, Curitiba (PR)
Data-Hora: 25/8/2013 - 18h30 (de Brasília)
Público/Renda: não divulgados
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)
Cartões Amarelos: Luiz Alberto e Manoel (ATP); Bolívar, Edilson e Jefferson (BOT)
Cartões Vermelhos: Vitinho (BOT) e Pedro Botelho (ATP)

GOLS: Éderson, aos 1/2°T (1-0) e aos 11/2°T (2-0)
BOTAFOGO: Jefferson, Gilberto (Edilson, aos 29'/2ºT), Bolívar, Dória e Lima; Marcelo Mattos (Alex, aos 26'/2ºT) e Gabriel; Lodeiro, Seedorf e Vitinho; Rafael Marques (Elias, aos 11'/2ºT) - Técnico: Oswaldo de Oliveira.
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonas (Juninho, aos 35'/2ºT), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, João Paulo, Paulo Baier (Marco Antônio, aos 27'/2ºT) e Everton; Éderson e Dellatorre (William Rocha, aos 43'/2ºT) - Técnico: Vagner Mancini.



Compartilhe!

Leia outras notícias

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Acompanhe por e-mail

Connect-se!

Páginas Visitadas